ESTEREÓTIPOS LITERÁRIOS: personagens da literatura infantojuvenil

Rizelda da Silva Beserra Dantas

Resumo


O presente artigo faz menção aos estereótipos criados na literatura infanto juvenil, os quais, se depender do prisma pelo qual se observe, insinuam até questões de discriminação. Anseia-se levar o leitor a perceber o que há de intrínseco na caracterização de alguns personagens, como a princesa, a bruxa, o negro e outros. Pretende-se, portanto, refletir sobre as características dessas personagens e o modo como são tratadas nas histórias, chamando a atenção para o papel do educador e da escola nesse processo.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .